Idosos da unidade de acolhimento de Amaralina são imunizados contra o coronavírus

Ao todo, 17 idosos em vulnerabilidade social receberam doses de esperança

“Peguei o coronavírus enquanto estava morando na rua. Me mandaram para cá e hoje eu não sei o que seria de mim sem esse pessoal da equipe daqui. Se eu continuasse na rua, acho que não estaria mais nessa terra e nem estaria tomando essa vacina. Obrigado por tudo”, disse seu Edson Lima, 65 anos, assistido na Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) Amaralina, gerida pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), ao ser imunizado na manhã desta sexta-feira (22).

Ao todo, 17 idosos em vulnerabilidade, que fazem parte do grupo prioritário da campanha de vacinação contra o novo coronavírus, foram imunizados. A UAI Amaralina, adaptada durante a pandemia para acolher idosos em situação de rua, está entre as 78 instituições de longa permanência que, de acordo com cronograma, vão receber as vacinas para os assistidos.

O secretário da Sempre que esteve presente durante a ação de imunização, destacou a importância da ação. “Estamos dando continuidade à nossa campanha, trabalhando para que possamos, o mais rápido possível, imunizar toda nossa população e contribuir para o fim do coronavírus aqui em nossa cidade”, disse Kiki Bispo.

Para seu Edvaldo Rodrigues, 61 anos, a vacina significa “o primeiro passo da vitória”. Acolhido na unidade socioassistecial, o idoso não esconde a gratidão por esse momento. “Me sinto muito honrado e privilegiado por isso. E agradeço muito a Deus e a todos da Prefeitura”.

<< Voltar